top of page
  • Foto do escritorEspaço Vivo Comunicação

Fórum Regional de Diversificação Econômica acontecerá em 22 e 23 de junho, em Conselheiro Lafaiete.

Atualizado: 15 de jun. de 2023

Segunda edição do evento promove a valorização do local como forma de desenvolvimento econômico e social.



Provocar discussões e debates que levem à diversificação econômica, sem perder de vista a valorização do que cada comunidade tem de único e de mais característico. E, para além das discussões e debates, apresentar ações integradas que realmente possam ser efetivadas. É esta a proposta do Fórum Regional de Diversificação Econômica, que chega à sua segunda edição reunindo lideranças empresariais e comunitárias, gestores públicos municipais e estaduais, representantes de empresas mineradoras, ONGs, agentes de desenvolvimento regional, e outros atores-chave do território que abrange 11 municípios de Minas Gerais: Mariana, Itabirito, Ouro Preto, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Catas Altas, Santa Bárbara, Barão de Cocais, Conceição do Mato Dentro e Nova Lima. O evento acontece nos dias 22 e 23 de junho, na Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete.


Mas porque falar em diversificação econômica? A região que abrange os 11 municípios participantes é extremamente dependente da mineração, uma dependência que remonta ao século XVIII, e que influenciou profundamente o processo histórico de formação e ocupação destes territórios. É necessário buscar novos meios de trabalho e produção com a adoção de estratégias inovadoras, sustentáveis e perenes de diversificação econômica. Essas ações podem impulsionar mudanças profundas, não apenas no ambiente econômico, mas também nas relações sociais. Todas essas cidades podem ir muito além da mineração, pois são comunidades que também são ricas social e culturalmente. E as riquezas que brotam do solo, aliadas a toda essa riqueza que vem das pessoas, pode levar a um futuro muito melhor para todos os envolvidos.


A primeira edição do Fórum teve como principal propósito deflagrar ações que ampliassem os horizontes econômicos regionais. Já a segunda edição vem para apontar caminhos, promovendo discussões que tragam questionamentos e reflexões sobre como a “engrenagem” pode ser melhorada, de modo a garantir uma vida melhor para todas as comunidades envolvidas. Não há dúvidas que as riquezas extraídas do subsolo movimentam a economia das cidades, mas é preciso avançar. Por isso, o 2º Fórum Regional de Diversificação Econômica traz, em sua programação, temas como Indicações Geográficas, Elementos Estruturantes do Desenvolvimento Econômico, Requisitos para Atração de Investimentos, Agroinovação e Cooperativismo, além da apresentação de cases e Oficinas Técnicas.


O evento é gerido pela Adesiap (Agência de Desenvolvimento Econômico e Social dos Inconfidentes e Alto Paraopeba); realizado pelas CDLs e Associações Comerciais das cidades envolvidas; tem o patrocínio da Cedro Mineração, Samarco, Vale, Sicredi Integração RS/MG, Sicoob Credimepi e Contad Contabilidade; e o apoio da Federaminas (Federação das Associações Comerciais do Estado de Minas Gerais), FCDL MG (Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas), Governo do Estado de Minas Gerais, Invest Minas (Agência de promoção de investimento e comércio exterior de Minas Gerais), ADOP (Agência de Desenvolvimento de Ouro Preto), Sebrae MG (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), BDMG (Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais), UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), UFV (Universidade Federal de Viçosa), FDCL (Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete), Bloom Consulting e Mastermind.


A programação completa pode ser conferida nesse link, onde também são realizadas as inscrições para o evento.


Commenti


bottom of page